A vingança do PCC começou por Roraima.



Apesar dos termos moderados do Comunicado Oficial do PCC sobre as mortes no COMPAJ, a onda de violência dentro dos presídios começou pela Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc), na zona Rural de Boa Vista (RR) com a morte de pelo menos 33 presidiários, possivelmente sendo 10 ligados ao Comando Vermelho CV e os demais ligados a Família do Norte FDN.

Em um trecho de um vídeo divulgado pelos detentos enquanto filmava o corpo dos mortos um preso com um facão diz:

Isso aqui é o que nóis fais. Aqui ó caraio!
Isso aqui é o que nóis fais. Aqui é s Segoni, safado.
Vocês mataram nossos irmãozinhos, não foi?
Aí é o que vai acontecer com vocês também.
Aqui é a resposta pelo que vocês fizeram com nossos irmãos.
Bando de canalhas safados.
(entre os corpos encontram um dos presos ainda vivo)
Tá vivo, o que? Aqui! Aqui!. Péra aí mano. Vai mano.
(corta a cabeça do preso sobrevivente enquanto diz)
Aí está a resposta buceta. Aqui tem criminoso, caralho.
Aqui tem resposta caralho. Vira a cabeça para lá mano.
Só que é isso aí do jeito que tá mano. Agora sim.
(separa a cabeça do corpo)
Aí está a resposta, que queriam caralho.
Nós somos o crime, porra. Olha aí porra, é FDN.
Caralho, e aí safado?
(encontra outro vivo entre os corpos e começa a estocar o olho do sobrevivente com a ponta de uma faca)
Tá fechando o olho caralho?
Bando de caralho, aí seus filhos das putas. Teu olho aqui, vou tirar teu olho desgraçado.
Vou te matar filho da puta, morre filho da puta.
(Aí termina se afastando dos corpos e grita)
Agora é nóis, caralho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar seu relato, ele é muito importante para que eu possa corrigir erros e rumos, e saber a sua opinião.

Só serão mantido os comentários argumentativos ou com conteúdo considerado relevante, seja apoiando ou refutando fatos ou ideias do texto.

Se considerar importante alterarei o texto original citando o crédito para o comentarista.

última publicação:

A imprensa e o Primer Comando de la Capital

Bordoada seca em mim, que não deveria merecer Ninguém sente mais pena que eu sinto de você, que padece lendo este artigo. Ninguém sofre ...