ARQUIVO POR ASSUNTO

Mostrar mais

ARQUIVO POR DATA

Mostrar mais

Rebelião em Bauru termina sem mortos ou feridos.


A rebelião no Centro de Progressão Penitenciária de Bauru se iniciou por volta das sete e meia da manhã de hoje (24/01) alguns agentes penitenciários ASPs fugiram para aguardar o reforço policial do lado de fora do semiaberto.

Segundo Gilson Pimentel Barreto, presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários, a rebelião começou quando três agentes penitenciários tentaram retirar um detento que estava portando um celular, a população passou a proteger o colega e os ASPs tiveram que desistir de retirá-lo.

Com a revolta 152 presos fugiram, sendo que pelo menos a metade já foram recapturados. Nenhum preso ou agente penitenciário foi morto ou ferido em confronto durante a rebelião, apenas alguns presos acabaram tiveram ferimentos leves durante a fuga ou os corres da revolta.

Como não há mais condições de ocupar parte do CPPIII, pois dois pavilhões estão parcialmente destruídos, 800 detentos serão transferidos, e dez dos recapturados responderão por formação de quadrilha e danos ao patrimônio e voltarão ao regime fechado com provável perda de benefícios.

Essa ação não tem ligação com a Guerra de Facções e não foi planejada pelo Primeiro Comando da Capital.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Estatuto do Primeiro Comando da Capital PCC 1533.

Cartilha do Primeiro Comando da Capital PCC 1533.

Dicionário - Regimento Disciplinar PCC

Quem são e o que fazem os disciplinas do PCC 1533?

Como se faz para entrar como membro do PCC.