Pular para o conteúdo principal

Três facas, dois assaltos e uma inimputável em Itu


Itu, 9 de junho de 2009, final de tarde, próximo ao Supermercado Continental (A).

O GCM Rota e o GCM Arlindo abordaram Ana Cristina Nunes que segundo populares estaria em atitude suspeita. Inquirida pela guarnição ela apresentou três facas serrilhadas de cozinha que consigo levava, dizendo que estava indo para sua casa – os guardas sabiam que não era verdade, mas nada se poderiam fazer naquele momento.

Começa a cair à noite quando Lizane vê a última cliente sair da loja e se prepara fechar o comércio quando vê uma mulher que ela não conhece entrar com uma faca e encostar no corpo de sua mãe – a dona da lojinha – e  manda-a esvaziar o dinheiro do caixa.

Ana Cristina estava assaltando o pequeno Bazar e Papelaria União, na Rua João de Toledo Aranha 14 no Jardim União (B), a pouco mais de seiscentos metros donde tinha sido abordada pela viatura da guarda. Não seria o único alvo dela nesta noite.

Antes de sair deu a ordem: “não olhem para onde eu vou e não chamem a polícia!”. Obediente, Lizane não chamou a polícia, ligou para a Guarda Civil Municipal através do atendimento de emergência: 199.

Acionado via rádio, GCM Rota chega ao local e começa a colher os dados quando chega um motoqueiro. Ana Cristina tinha feito mais uma vítima. Leila, comerciante, proprietária da Rio Gás, localizada a poucos quarteirões dali, na Rua Lauro de Souza Lima 221 (C), na Vila Martins, que tinha sido roubada por uma mulher armada de faca.


Lúcifer ajuda a fazer, mas não a esconder. Enquanto os guardas civis passavam os dados para as outras viaturas, Lizane vê no final do quarteirão a ladra (D). – começa a perseguição.

No começo da Rua José Félix dos Santos (E) Ana Cristina encerra sua noite de medo: Tendo roubado oitenta reais da empresa de Lizane e quarenta reais de Leila, ainda estava de posse de cem reais e das três facas, dizendo que entregou os outros vinte reais para um tal de Pelé.

Ao delegado de polícia Dr. José Moreira Barbosa Netto, Ângela Cristina preferiu nada dizer, e este determinou sua prisão. Perante o juiz Dr. Hélio Villaça Furukawa ela assumiu toda a culpa, alegando que pretendia usar o dinheiro para fazer um óculos para um de seus dois filhos, e para provar isso disse que quando foi presa, estava de posse da receita do oculista. Já seu advogado pediu que ela fosse libertada, visto ser La inimputável: Ângela recebe aposentadoria por invalidez, causada por insanidade mental.

O juiz não se convenceu, e espera pacientemente chegar o resultado do laudo pericial feito no dia 13 de outubro. Enquanto isso a Cadeia Feminina de Votorantim tem mais uma visitante.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como se faz para entrar como membro do PCC.

Eu não concordei com o velho François-Marie Arouet ao dizer que se olharmos com os dois olhos, enxergaremos melhor: com um olho veríamos as coisas boas, com o outro as coisas ruins. Por isso, segundo ele, seria importante evitar fechar um para abrir bem o outro. Meu velho François, leia com seus dois olhos bem abertos como se pode ingressar no Primeiro Comando e me diga: onde está o lado bom? Eu só conseguir ver o lado negro, mesmo sem ser caolho, por isso vou lhe contar o caso do irmão Cara de Bola. Ele, que era torre do PCC e responsável pela distribuição das drogas na cidade de Indaiatuba , explicou com detalhes como se ingressa na facção, pois caiu em uma escuta ao ligar para o irmão Boquinha . Foi assim que ficamos sabendo de tudo: Nepotismo O irmão X tornou-se membro da facção por ser irmão de sangue do Tio , ou irmão M , um general na hierarquia do Primeiro Comando da Capital forte em em Indaiatuba, na época. Essa é uma das formas de ingresso: sendo parente de outros

Como se faz para sair do PCC?

Se tá de sacanagem né, você acha que o Primeiro Comando da Capital é putaria? Entra quando quer, sai a hora que quer, de boa? Não é bem assim não, se virou crente e quer tirar a camisa, ou tem alguma coisa com tua família... Vou falar pra você, essas são as perguntas que mais aparecem por aqui, e eu falo para procurar o sintonia e trocar ideia, é assim que se faz. Mas por que não escrevi sobre isso antes? Por que eu fico na minha, só que agora fui cobrado, alguém leu no site do Terra que é putaria e acharam que fui eu: Quando sair, tem que rasgar a camisa e ficar de boa", diz um homem por telefone, após ser retrucado por uma mulher investigada: "Não tem que rasgar a camisa, não; tem que arrancar a cabeça dele" PCC decide permitir que integrantes deixem facção Meu, quem falou essa idiotice foi o site Terra que começa mais ou menos assim: "Pela primeira vez desde que surgiu nas prisões paulistas, no início da década de 1990, a organização criminosa Primeir

Quem são e o que fazem os disciplinas do PCC 1533?

Houve um tempo em que eu acreditava em um mundo ideal, onde a polícia defenderia as pessoas com justiça, mas esse tempo acabou. A pesquisadora Deborah Rio Fromm Tinta  também não acredita que a força policial deva impor pela força sua autoridade… "Logo me dei conta que uma rodinha de disciplinas estava por ali também. Fiquei mais tranquila.  ...  Vários pontos de conflito que emergiram foram apaziguados graças à mediação dos disciplinas." O humorista Márcio Américo, que certa época da vida foi um assíduo frequentador do local concorda: "A polícia e a prefeitura apenas fingem ter controle do local, completamente dominado pelo Primeiro Comando da Capital (PCC), por “propaganda superficial” Deborah Rio, durante o trabalho de campo que fez em 2015 bem na conturbada Cracolândia ela acompanhou de perto a ação dos “disciplinas” do Primeiro Comando da Capital (PCC 1533) que negociaram com traficantes, usuários de drogas, jornalistas, policiais, e autoridades públicas.