Pular para o conteúdo principal

O caso da simpática Baleia Loka da Cidade Nova.

Orson Welles, um mestre entre os mestres, ao ouvir aquela história chamou-me de canto dizendo que era preciso ter dúvidas, pois só os estúpidos tinham confiança absoluta em si mesmos. O mestre teria razão neste caso?

A moça diz a verdade, suas palavras e seu olhar transbordam sinceridade, evidenciando este fato. Viviane Ferreira Silva, conhecida como Baleia Loka, é uma mulher trabalhadora que não mede esforços para ganhar seu dinheiro. Ela é revendedora de lingerie para uma sexy shop, a Oficina dos Prazeres. A empresária Vanessa Cristina de Souza mostra através de documentos os frutos do trabalho de Viviane. Mas não é apenas dali que Viviane tira seu sustento. Suas vizinhas, Fátima Maria de Souza Rosa e Elias Palozin, afirmam que Viviane é uma pessoa muito conhecida e extrovertida, do tipo que só leva alegria a vida dos outros. Seu único problema é ser dependente das drogas.

Terça-feira, 13 de outubro de 2009. 17:30
Avenida Felicidade snCidade Nova, Itu, SP

Viviane é presa. Os policiais patrulhavam as imediações e receberam a informação que uma mulher loira estaria traficando drogas numa área verde com um gramado baixo e perto da rotatória. Lá encontram Viviane senta em uma almofada. Ela nunca negou que estava naquele local e nem que as duas pedras de crack que estavam em sua boca lhe pertenciam, mas não haviam setenta pedras da droga em sua almofada, isso não, os policiais é que entrouxaram para ela.

Viviane contou a juíza da 1ª. Vara Criminal de Itu, Drª. Renata Carolina Casimiro Braga, que ela é sim usuária de crack há cinco anos, e naquele dia tinha saído com três homens para conseguir R$ 90,00 para comprar drogas. Já tinha duas paradas consigo, mas queria mais sete, foi até aquela biqueira e pediu as pedras para a garota de menor que faz as correrias, nisso chegaram os policiais que meteram a mão no seu sutiã pegaram a grana, mandaram a de menor embora, foram até um matinho lá perto e trouxeram um saquinho onde estavam estas drogas.

A Drª. Liliane Gazzola Faus, defensora de Viviane, lembra que os policiais apresentam-na na delegacia como trazendo a droga e não traficando, e o artigo 28 da Lei de 11.343/06 diz que quem ... trouxer consigo, ... é usuário. Viviane nunca negou ser usuária, ela sempre disse a verdade, suas palavras e seu olhar transbordam sinceridade, evidenciando este fato. Viviane é uma trabalhadora que não mede esforços para ganhar seu dinheiro para sustentar seu vício. Orson Welles que me perdoe, mas não é preciso ter dúvidas, pois só os estúpidos não têm confiança absoluta em si mesmos.

Antigamente o mordomo era sempre o culpado agora nos tempos modernos é a polícia, e ponto final.

Comentários

Postar um comentário

Obrigado por deixar seu relato, ele é muito importante para que eu possa corrigir erros e rumos, e saber a sua opinião.

Só serão mantido os comentários argumentativos ou com conteúdo considerado relevante, seja apoiando ou refutando fatos ou ideias do texto.

Se considerar importante alterarei o texto original citando o crédito para o comentarista.

Postagens mais visitadas deste blog

Estatuto do Primeiro Comando da Capital PCC 1533.

VEJA TAMBÉM O ESTATUTO PCC 1997
Revisto e atualizado em 2017.
A Sintonia Final comunica a todos os irmãos que foram feitas algumas mudanças necessárias em nosso Estatuto. O PCC foi fundado em 1993. Comemoramos esta data no dia 31 de agosto de todos os anos, mas 24 anos se passaram e enfrentamos várias guerras, falsos criminosos foram desmascarados, sofremos duros golpes, fomos traídos inúmeras vezes, perdemos vários irmãos, mas graças a nossa união conseguimos superar todos os obstáculos e continuamos crescendo.

Nós revolucionamos o crime impondo respeito através da nossa união e força que o certo prevalece acima de tudo com a nossa justiça, nós formamos a lei do crime e que todos nós respeitamos e acatamos por confiar na nossa justiça.

Nossa responsabilidade se torna cada vez maior porque somos exemplos a ser seguido.


Os tempos mudaram e se fez necessário adequar o Estatuto à realidade em que vivemos hoje, mas não mudaremos de forma alguma nossos princípios básicos e nossas diretrizes,…

Como se faz para entrar como membro do PCC.

Eu não concordei com o velho François-Marie Arouet ao dizer que se olharmos com os dois olhos, enxergaremos melhor: com um olho veríamos as coisas boas, com o outro as coisas ruins. Por isso, segundo ele, seria importante evitar fechar um para abrir bem o outro.

Meu velho François, leia com seus dois olhos bem abertos como se pode ingressar no Primeiro Comando e me diga: onde está o lado bom? Eu só conseguir ver o lado negro, mesmo sem ser caolho, por isso vou lhe contar o caso do irmão Cara de Bola.

Ele, que era torre do PCC e responsável pela distribuição das drogas na cidade de Indaiatuba, explicou com detalhes como se ingressa na facção, pois caiu em uma escuta ao ligar para o irmão Boquinha. Foi assim que ficamos sabendo de tudo:

Nepotismo

O irmão X tornou-se membro da facção por ser irmão de sangue do Tio, ou irmão M, um general na hierarquia do Primeiro Comando da Capital forte em em Indaiatuba, na época. Essa é uma das formas de ingresso: sendo parente de outros membros. Nem …

Quem são e o que fazem os disciplinas do PCC 1533?

Houve um tempo em que eu acreditava em um mundo ideal, onde a polícia defenderia as pessoas com justiça, mas esse tempo acabou. A pesquisadora Deborah Rio Fromm Tinta também não acredita que a força policial deva impor pela força sua autoridade…
"Logo me dei conta que uma rodinha de disciplinas estava por ali também. Fiquei mais tranquila. ... Vários pontos de conflito que emergiram foram apaziguados graças à mediação dos disciplinas." O humorista Márcio Américo, que certa época da vida foi um assíduo frequentador do local concorda:
"A polícia e a prefeitura apenas fingem ter controle do local, completamente dominado pelo Primeiro Comando da Capital (PCC), por “propaganda superficial” Deborah Rio, durante o trabalho de campo que fez em 2015 bem na conturbada Cracolândia ela acompanhou de perto a ação dos “disciplinas” do Primeiro Comando da Capital (PCC 1533) que negociaram com traficantes, usuários de drogas, jornalistas, policiais, e autoridades públicas.


Os disciplina…