Pular para o conteúdo principal

Guerra entre facções PCCXCV em Mato Grosso do Sul.



Relatório Técnico da Agência de Inteligência do 5º Batalhão da Polícia Militar do Mato Grosso do Sul alerta para ataques que estariam sendo planejados pelo Primeiro Comando da Capital contra os policiais matogrossenses.

O documento não traz mais detalhes de como se teria chegado a essa conclusão, apenas pede para verificar qual o procedimento a ser tomado, além disso, a análise da situação global do estado coloca em dúvida a realidade dessa ameaça.

O site midiamax justifica que haveria razão para a ameaça na Guerra entre Facções, cita também a morte de dois detentos no estado: Cristiano Carvalho de Mello no Presídio de Segurança Máxima de Naviraí e Júnior César Franco Petro na Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande, em ambos os casos os assassinos tentaram simular suicídio por enforcamento.

A ordem para o ataque aos Policiais Militares teria partido do Primeiro Comando da Capital PCC 1533 e contaria com 90 nomes na lista de alvos. O site no entanto não informa se as vítimas seriam apenas composta de PMs, ou de outros presos, assim como o relatório da Inteligência da PM não o faz.

Até o momento as facções tem focado suas ações dentro do sistema penitenciário, evitando as ruas. Os comunicados com credibilidade de todas as facções divulgados pelas redes sociais afirmam que não vão agir contra a população, no entanto não eliminam a possibilidade de agir contra o Estado e seus representantes.

Os presídios de Mato Grosso do Sul estão recebendo detentos dos estados do Norte que teriam liderado a chacinas em Boa Vista e em Manaus. A experiência já foi tentada anteriormente quando os filiados do PCC foram espalhados de São Paulo para os presídios do restante do país fazendo com que a facção paulista passasse a ser uma facção de âmbito nacional.


Segundo o site caaraponews a guerra entre as duas facções no estado ainda não começou pois tanto o Comando Vermelho quanto o Primeiro Comando da Capital estão atuando de maneira agressiva na filiação de novos membros. A Secretaria de Estado Justiça e Segurança Pública SEJUSP apurou que o PCC tem conseguido ampliar sua vantagem dentro dos presídios, em compensação o CV tem se fortalecido fora das muralhas.

O Primeiro Comando está bem organizado no estado e mantêm a média nacional de filiados (em torno de 5,23% para uma população carcerária de 15.000 detentos segundo o MP-SP, mas números não confirmados atestam que o PCC já chegou ao limite de 40%). O jogo de controle do estado é fundamental para o futuro da organização, pela posição estratégica do estado que faz fronteira com a Bolívia e com o Paraguai. O PCC já domina a Tríplice Fronteira após eliminar o Jorge Toumani Rafaat e conseguir o controle quase hegemônico dos presídios paranaenses.

Na última sexta-feira dia 20, Roberto David Cardozo Rojas integrante da facção Primeiro Comando foi morto em uma embostada próximo a cidade de Pedro Juan Caballero, possivelmente mais uma cartada nessa disputa na qual o Comando Vermelho e a Família do Norte (FDN) estão fazendo o possível para não perder definitivamente o controle da região, colocando um prêmio por cabeça dos líderes da facção rival mortos. O site caaraponews conta que a Polícia Civil identificou como sendo de Fausto Xavier Figueiredo do CV uma mensagem de áudio onde articulava a morte dos inimigos durante uma transferência de presos.

Outras facções além do Primeiro Comando da Capital, do Comando Vermelho, e da Família do Norte, atuam no estado e o posicionamento delas, apesar de não parecer fundamental pode fazer diferença: Primeiro Comando do MS, Primeiro Comando da Liberdade, e Grupo G.

A soma de todos esses dados colocam em dúvida o resultado do estudo apresentado no relatório do 5º Batalhão da Polícia de Coxim, se por um lado fica claro que a luta pelo poder entre as facções em Mato Grosso do Sul será acirrada e possivelmente com muitas mortes, por outro lado não há indícios que indiquem uma ação orquestrada contra as forças públicas, exceto é claro as que usualmente ocorrem.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Estatuto do Primeiro Comando da Capital PCC 1533.

VEJA TAMBÉM O ESTATUTO PCC 1997
Revisto e atualizado em 2017.
A Sintonia Final comunica a todos os irmãos que foram feitas algumas mudanças necessárias em nosso Estatuto. O PCC foi fundado em 1993. Comemoramos esta data no dia 31 de agosto de todos os anos, mas 24 anos se passaram e enfrentamos várias guerras, falsos criminosos foram desmascarados, sofremos duros golpes, fomos traídos inúmeras vezes, perdemos vários irmãos, mas graças a nossa união conseguimos superar todos os obstáculos e continuamos crescendo.

Nós revolucionamos o crime impondo respeito através da nossa união e força que o certo prevalece acima de tudo com a nossa justiça, nós formamos a lei do crime e que todos nós respeitamos e acatamos por confiar na nossa justiça.

Nossa responsabilidade se torna cada vez maior porque somos exemplos a ser seguido.


Os tempos mudaram e se fez necessário adequar o Estatuto à realidade em que vivemos hoje, mas não mudaremos de forma alguma nossos princípios básicos e nossas diretrizes,…

Como se faz para entrar como membro do PCC.

Eu não concordei com o velho François-Marie Arouet ao dizer que se olharmos com os dois olhos, enxergaremos melhor: com um olho veríamos as coisas boas, com o outro as coisas ruins. Por isso, segundo ele, seria importante evitar fechar um para abrir bem o outro.

Meu velho François, leia com seus dois olhos bem abertos como se pode ingressar no Primeiro Comando e me diga: onde está o lado bom? Eu só conseguir ver o lado negro, mesmo sem ser caolho, por isso vou lhe contar o caso do irmão Cara de Bola.

Ele, que era torre do PCC e responsável pela distribuição das drogas na cidade de Indaiatuba, explicou com detalhes como se ingressa na facção, pois caiu em uma escuta ao ligar para o irmão Boquinha. Foi assim que ficamos sabendo de tudo:

Nepotismo

O irmão X tornou-se membro da facção por ser irmão de sangue do Tio, ou irmão M, um general na hierarquia do Primeiro Comando da Capital forte em em Indaiatuba, na época. Essa é uma das formas de ingresso: sendo parente de outros membros. Nem …

Quem são e o que fazem os disciplinas do PCC 1533?

Houve um tempo em que eu acreditava em um mundo ideal, onde a polícia defenderia as pessoas com justiça, mas esse tempo acabou. A pesquisadora Deborah Rio Fromm Tinta também não acredita que a força policial deva impor pela força sua autoridade…
"Logo me dei conta que uma rodinha de disciplinas estava por ali também. Fiquei mais tranquila. ... Vários pontos de conflito que emergiram foram apaziguados graças à mediação dos disciplinas." O humorista Márcio Américo, que certa época da vida foi um assíduo frequentador do local concorda:
"A polícia e a prefeitura apenas fingem ter controle do local, completamente dominado pelo Primeiro Comando da Capital (PCC), por “propaganda superficial” Deborah Rio, durante o trabalho de campo que fez em 2015 bem na conturbada Cracolândia ela acompanhou de perto a ação dos “disciplinas” do Primeiro Comando da Capital (PCC 1533) que negociaram com traficantes, usuários de drogas, jornalistas, policiais, e autoridades públicas.


Os disciplina…