Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2018

Grande Dia!



Grande vitória! Dezenas de ações que estão correndo contra a cúpula do Primeiro Comando da Capital e seus principais operadores em todo o país terão que ser trancadas e até arquivadas, dependendo do caso.

O senador Flávio Bolsonaro conseguiu barrar na Justiça as ações que tiveram como base relatórios do COAF sobre movimentações financeiras:

"O PCC deve estar comemorando a decisão de Toffoli. O Coaf identificou movimentação de R$ 63 milhões, de novembro de 2005 a julho de 2007, 686 contas bancárias pertencentes a 748 pessos e empresas ligadas ao PCC." — procurador Helio Telho

É importante que as defesas de cada um dos irmãos ou aliados que estejam respondendo processos que se encaixem nessa modalidade que procurem a defesa pois o efeito não é automático.

O PCC e a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD)

Religião, política e futebol não se discutem, mas se misturam Não foram poucos os trabalhos que apresentei a você mostrando a forte influência da religião no Primeiro Comando da Capital. Aquele que mais me marcou foi o MATA-MATA: reciprocidades constitutivas entre classe, gênero, sexualidade e território.

Roberto Cordoville Efrem de Lima Filho demonstra brilhantemente que não se pode analisar o fenômeno Família 1533 sem levar em conta o ambiente histórico, comportamental e religioso da sociedade carcerária brasileira.

Da mesma forma, a pesquisadora Renata Siuda-Ambroziakbusca fazer uma análise global no seu artigo Polityka kościołów neopentekostalnych w okresie transformacji ustrojowej w Brazylii (Política das igrejas neo pentecostais durante a transformação política no Brasil, em tradução livre) publicado pela Uniwersytet Marii-Curie Skłodowskiej (UMCS).

É fato que, ao contrário de Roberto, Renata cita a facção paulista apenas de passagem, para ilustrar o inferno no qual o bispo Mace…

A companheira PCC e o sistema prisional feminino

Nós fomos presos, mas só a arlequina do PCC morreu
Eu, Egeu e Berenice somos primos e crescemos juntos. Ela foi uma companheira do Primeiro Comando da Capital, e isso Egeu não postou, mas não foi ele quem a matou — afirmo com certeza pois a vi morrer.

Egeu se incriminou e foi preso pela morte de nossa Berenice, e eu não o desmenti. Agora, Raíssa tocou em um assunto que se entrelaça com a nossa história, por isso, e só por isso, venho contar para você o que realmente aconteceu.

Há muitos anos, Egeu me disse que “é da alegria que nasce a tristeza, e a felicidade passada é a angústia daquilo que podia ter sido e acabou não sendo” — parece que ele estava prevendo nosso futuro.

O que falei nesse site sobre as arlequinas → ۞
Não devíamos ter sido tão felizes e com tantas esperanças no futuro
Nós três, quando crianças, estávamos sempre juntos. Nossos pais trabalhavam fora e as casas ficavam só para nós, sem ninguém para nos dizer do que podíamos brincar ou não, e assim tivemos todas as aventu…

O PCC, a pacificação e a eleição de 2018

A organização criminosa agirá nas eleições? Há uma semana nada publico; não foi por desleixo, mas pela dúvida: será que eu poderia contar a você sobre a estratégia do Primeiro Comando da Capital para as eleições de 2018?

Você que já me conhece sabe que prefiro não me arriscar, ainda mais quando a vida de dezenas – senão de centenas – de pessoas estão em risco, mas Melina me convenceu a quebrar o silêncio.

Para você que não a conhece, eu a apresento: Melina Ingrid Risso é autora do trabalho Da prevenção à incriminação: os múltiplos sentidos da abordagem policial apresentado à EAESP-FGV.

Para relaxar depois de cumprir com minhas obrigações, dei uma lida no texto de Melina e garanto a você que valeu a pena. Ela apresenta e analisa a abordagem policial com dados inéditos, entrevistas e pesquisa de campo, e só então coloca em discussão a política de Segurança Pública e sua relação com a comunidade.


O que falei nesse site sobre a violência policial → ۞

Conhecer o perigo pode poupar vidas
V…

Quem na real pode falar que enfrentou o PCC?

Aquele que não se pode nomear
Poder, medo, respeito e admiração acompanham o nome Primeiro Comando da Capital; quando de meu depoimento na delegacia de polícia sobre este site, meu inquiridor insistiu que “não pode usar esse nome, assusta as pessoas!”. O que eu deveria fazer então? Mudar para “site sobre aquele que não se pode nomear”?

O medo de enfrentar o problema de frente nos trouxe até esse ponto. O presidente da Comissão de Segurança Pública do Ceará, Leandro Vasques, afirmou ao repórter Carlos Madeira da UOL Notícias:
"... eles partiram do diagnóstico de que não havia facções, que elas não atuavam. Com essa premissa falsa, todo o projeto está comprometido, faliu em finalidade. A partir do instante em que o estado escondeu da própria população de que o crime estava por aqui, o governo decretou a sua perda de controle". O Ceará passava por uma fase menos violenta, as facções haviam decretado a pacificação, mas o governo aproveitou para vender a imagem de que a polícia h…

Correspondentes: