Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2020

Um flash sobre a expansão do PCC no Rio de Janeiro

  O Habeas Corpus de Lucas Daniel Dinelly da Silva , o Barone, escolhido para ser o sintonia da tranca do Complexo de Gericinó no Rio de Janeiro lança luz em peculiaridades de como se dá a expansão da organização paulista Primeiro Comando da Capital (PCC) em parceria com a facção aliada carioca Terceiro Comando Puro (TCP) . HABEAS CORPUS Nº 0064406-30.2020.8.19.0000 Trechos do documento sugerem: a descentralização , pois a princípio “Barone” não responderia ao “sintonia do estado do Rio de Janeiro” ou ao “sintonia geral das trancas do Rio de Janeiro”, apesar de se esperar que  aja de acordo com os princípios gerais desses e dentro de um conjunto de regras e cadeias hierarquias; e a ele é atribuída a maioria das ações que devem ser tomadas dentro de sua área de influência, sendo que ele sequer era oriundo do núcleo central do PCC, o estado de São Paulo, e nem do Rio de Janeiro onde chegou para atuar, morava em Belém do Pará e foi indicado pelo sintonia de Pernambuco! A esse emaranha

A ordenada desordem do Primeiro Comando da Capital

  Steven Dudley , em artigo publicado no site InSight Crime , que analisa e descreve processos criminais, chegou à conclusão que, ao contrário das principais organizações criminosas, o Primeiro Comando da Capital não desenvolveu um sistema organizacional ordenado e estável. Steven está coberto de razão. Na Família 1533 , um garoto que ganha moral no mundo do crime, por vezes sequer sendo irmão batizado , pode ser convidado a um cargo de liderança — só então se batizando para assumir a posição. Esse novo personagem carrega consigo, uma nova e única visão, fruto de suas experiências pessoais e profissionais de dentro e de fora do mundo do crime , assim como uma rede pessoal de contatos. Essa imprevisibilidade causa mudanças constantes na estrutura local, com impacto a longo prazo para o conjunto da organização, e cega as autoridades que se dedicam ao seu entendimento e caça. Uma única espécie de vírus pode possuir milhares de cepas com estruturas muito diferentes entre si, e quando os i

Ideologização da Segurança Pública sustenta o PCC

  A pretensão de Marcos: analisar a facção PCC , “especialmente sua transformação de um grupo defensor dos direitos humanos em um ator não-estatal violento e transnacional” — fala sério? O Primeiro Comando da Capital foi um “grupo defensor dos direitos humanos” ? — o Prof. Marcos Alan Shaikhzadeh Vahdat Ferreira afirma que sim! O Primeiro Comando da Capital “é um ator que representa um desafio para a construção de uma sociedade pacífica em toda a América do Sul ” ? — ele também afirma que sim! Ele não só fez essas duas afirmações, mas muitas outras. Veja com seus próprios olhos: Brazilian criminal organizations as transnational violent non-state actors: a case study of the Primeiro Comando da Capital (PCC) A cultura do PCC e a ética no mundo do crime Marcos, ao contrário de muitos, acerta em suas previsões sobre a futura consolidação da facção no exterior por não ignorar as origens da organização criminosa. O PCC foi gerado no “drama da cadeia e favela” em um “túmulo de sangue, sir