Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2021

Ataque de PCC em lanchonete deixa 3 feridos em Dourados

O Mato Grosso do Sul não é terra para fracos. Crias de todas as facções lutam pela sobrevivência, pelo território, pelas rotas e pela camisa todos os dias. A guerra pelo domínio da fronteira e da Rota Caipira de acesso as drogas e armas para o interior do Brasil dependem do domínio do MS. Renato, Lucas e Petherson estavam na Vila Cachoeirinha em Dourados quando foram um cara entrou e disparou contra eles — apesar de feridos, os três sobreviveram. Segundo eles, o autor do ataque foi o Lento , como é conhecido Jhonatan Rodrigues, e teria sido ele também que teria matado há dois anos, em nome do Tribunal do Crime do Primeiro Comando da Capital , o Bugão , como era conhecido Vagner Sebastião dos Santos Haad.

A facção PCC, o PM ferido em Criciúma e o novo cangaço

Alguns comparam os ataques feitos pelo Primeiro Comando da Capital às pequenas e médias cidades de uma versão do cangaço do século 21 – gangues de bandidos ao estilo Robin Hood que vagavam pelo sertão nordestino no início do século passado sob a liderança de um lendário salteador chamado Lampião . Macacos , como eram chamados os soldados do governo pelos cangaceiros de Lampião foram torturados e mortos, e hoje, passados cem anos, policiais continuam sendo mortos por esses grupos criminosos. Sandra Aparecida Nunes, mãe do Policial Militar Jeferson Luiz Esmeraldino que teve seu fígado, pulmão, estômago e baço perfurados por um tiro de fuzil que varou seu colete balístico está aí para nos lembrar dessa realidade. O site Gaúcha Zero Hora repercute o dramático apelo da senhora que teve que montar em sua casa uma UTI para cuidar do filho e tem que buscar ajuda na sociedade para cobrir as despesas. O PM Esmeraldino foi ferido durante um mega assalto ao Banco do Brasil em Criciúma em Sa

Seria um cemitério do PCC a várzea da Vila Santo Eugênio?

Cemitério clandestino atribuído ao Primeiro Comando da Capital foi encontrado na Vila Santo Eugênio em Campo Grande no Mato Grosso do Sul . Talvez seja um exagero das autoridades, afinal só foi encontrado um corpo com resquícios de peças de roupas, mas os cães farejadores procuram outras ossadas. — Danielle Errobidarte para o MidiaMax Havia um afundamento no crânio e também foram recolhidos ossos dos braços, caixa torácica e pernas. Outros ossos foram encontrados já a cerca de 1,5 metro de distância. — conta Renata Portela do MidiaMax As repórteres Thatiana Melo e Dayene Paz contam no MidiaMax que os moradores da região sabem que se a palavra é de prata, o silêncio é de ouro e declaram a polícia: Quando a gente vê alguma coisa, a gente finge que não vê. O site acritica.net atualiza a informação e diz que foram dois os corpos encontrados, o outro estava a apenas um metro e meio de distância do primeiro e lembra também que há cinco anos foi descoberto o "Cemitério do Nando&q

Condenado PCC Coxinha foi para o Presídio Federal de Mossoró

Definida a pena de Luiz Guilherme Dutra Toppam, o Coxinha , ele era um dos integrantes do Primeiro Comando da Capital que organizava o esquema internacional da facção em território paraguaio. Ele estava em Ponta Porã quando caiu na Operação Exílio , mas conseguiu responder em liberdade, mas daí caiu quando estava no Paraguai na Operação Fronteira Segura . Além de Luiz Guilherme, Djonathan Augustinho Fuliotto Rodrigues Pimentel, também de Nova Andradina , e o advogado douradense Pedro Martins Aquino, foram presos em imóveis mantidos pela organização criminosa em Pedro Juan Caballero . — Adriano Fernandes para o Campo Grande News Nessa operação, a policia apreendeu 14 granadas, 50 mil Reais, 4 fuzis, 2 pistolas, 7 carros e meia tonelada de maconha.  Após a confirmação da condenação ele foi transferido do Mato Grosso do Sul para a Presidio Federal de Mossoró no Rio Grande do Norte .

A Dakota encomendada pelo Primeiro Comando da Capital

Aquela Dakota Branca chamou muita atenção escondida atrás daquela casa no Jardim Colúmbia em Campo Grande no Mato Grosso do Sul e a garota não teve como negar que estava guardando para a irmã que juntamente com um companheiro haviam furtado o veículo para atender a uma encomenda do Primeiro Comando da Capital . —  Anahi Zurutuza para o Campo Grande News

Negado HC para empresário de São Paulo acusado de tráfico internacional

Uma parada pode deixar um moleque satisfeito, um tijolo de cocaína pode fazer um dono de biqueira satisfeito, mas 699 tabletes de cocaína podem deixar Bruno Henrique preso por muito tempo. Ele seria um dos envolvidos no preparativo de remessa dos mais de 808 quilos de cocaína mocozados em uma carga de bananas pelo Porto de Suape em Pernambuco . A carga já estava para ser despachada para a Bélgica quando a casa caiu para Bruno Henrique e os outros envolvidos no envio, envolvendo empresários e financiadores internacionais. Empresários chineses que atuam em São Paulo usavam empresas de fachada e de laranjas para custear o tráfico transnacional do Primeiro Comando da Capital . Bruno, depois de preso, passou por diversos problemas de saúde e ficou 45 em prisão domiciliar, e entrou com um Habeas Corpus para poder continuar em casa até que a sentença fosse julgada por causa de sua saúde. O Ministro Rogério Schietti Cruz do Superior Tribunal de Justiça negou o pedido do HC alegando que

Lúmpen: um duelo mortal entre um filósofo e um líder PCC

Um pensador crítico chamado Sr. Keuner encontra-se com um caipira chamado Jeca e caminham juntos, dialogando sobre o mundo e a vida. Paralelamente, um filósofo se depara com o cabeça do Primeiro Comando da Capita l (PCC) e trava-se entre eles um mortal duelo. O filme é um divertimento aliado a grandes reflexões sobre o mundo atual. O filme busca investigar e atualizar o conceito de "Lúmpen", criado por Karl Marx no século XIX, abordando o choque entre a ingenuidade de um cidadão comum com a lógica fria de um bandido esclarecido, cabeça pensante do Primeiro Comando da Capital (PCC). Utilizando recursos épicos-dialéticos, como o Efeito-V, o Efeito Coringa e a Bio-Mecânica, justapõe as linguagens do teatro e do cinema Underground e Marginal. Os ingresso para a exibição no Youtube custam 15 Reais e será exibido dia 31 julho de 2021 — maiores informações e compra de ingressos no site Sympla

Penduraram a placa: GAECO MS SOB NOVA DIREÇÃO

Há alguns anos, ainda antes da onda da Lava Jato, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado  GAECO caçava políticos corruptos. Aqui em Itu, havia um em especial que estava passando apertado, eram visitas semanais ao prédio do MP e o cerco fechava a cada dia — todo o dia alguém me ligava para saber se ele já estava preso. Mas o esquema desse político era maior e envolvia muito mais interesses do que a Promotoria de Justiça podia imaginar. Isso foi antes do Partido dos Trabalhadores PT no poder, que quase não interferia no MP (tanto que caiu), e foi antes de Bolsonaro, que não se avexa de ameaçar e trocar o comando e as regras de investigação. Era um tempo onde se articulava com arte e inteligência. Certo dia, veio a notícia de que o GAECO, pelo grande trabalho que estava fazendo e por seu poder de investigação passaria a investigar  o Primeiro Comando da Capital . Na hora publiquei um texto afirmando que essa foi uma manobra para tirar o foco dos políticos e.... di

O arqui-inimigo da facção PCC no Paraguai

O site abc en el Este em março de 2020 nos avisou que Armando Javier Rotela, o todo poderoso líder do Clã Rotela no Paraguai havia sido condenado há 19 anos e 8 meses de prisão. No entanto, passado quase um ano, a prisão do chefe do maior grupo criminoso inimigo do Primeiro Comando da Capital no Paraguai pouco se refletiu no seu poder nas ruas. O site Ultima Hora conta um pouco de sua história: Armando Javier Rotela, que começou no mundo do crack sendo um dos pioneiros da modalidade delivery, que consistia em recrutar jovens que entregavam drogas em motocicletas, bicicletas ou outros veículos, construindo assim um império que hoje em dia ele se transformou em uma facção criminosa, que é uma das mais temíveis do país. Os investigadores afirmam que o homem controla uma grande percentagem do tráfego e tem uma legião significativa de reclusos que lhe são leais e que o ajudam a aumentar o seu poder dentro e fora dos muros da prisão.

A imprensa e os ataques do PCC em 2006

Gabriel Feltran, no meio de uma pesquisa de campo em comunidades da periferia paulistana, em 2006, acompanhou um evento dramático: os ataques da organização criminosa Primeiro Comando da Capital às forças policiais e a prédios públicos. A ação do PCC seria uma retaliação a uma série de ataques para extermínio de integrantes da facção e o sequestro do sobrinho de Marcola por um policial civil. O saldo oficial do levante foram 564 mortos: 505 civis e 59 agentes públicos . O pesquisador acompanhou “de perto” as reações das pessoas de Sapopemba, e também “de longe”, via noticiários. Segundo Feltran, a repercussão do evento amplificou a “fala do crime”: a imprensa, sobretudo a sensacionalista, deu subsídios para que a “vingança” contra os “bandidos” fosse consumada . Embora inseridos formalmente num regime político fundado sobre a universalidade dos direitos, processa-se uma disputa simbólica em que o direito universal para “bandidos” seria uma afronta à própria democracia. Sob font

Haverá guerra entre facções no Espírito Santo?

Se você entende o que se passa no estado do Espírito Santo , só agradeço se me procurar no privado para contar, mas acho que nem quem é do mundo do crime consegue entender o que se passa na mente e nos corações dos crias capixabas. As repórteres Kananda Natielly e Taynara Nascimento do Tribunaonline entrevistaram diversos especialistas e publicaram um artigo repleto de contradições , não por incapacidade ou desleixo, mas porque cada entrevistado apresentou um quadro diferente. Eu só sei que o sangue continua correndo nas ruas do estado, como aconteceu há poucos dias, quando dois homens em uma moto executaram um rapaz e feriram uma mulher que estavam em um ponto conhecido de tráfico em Vila Velha, e assim como ele, já morreram uns 50 nas disputas sobre o domínio dos pontos de tráfico em tempos recentes. Vila Velha resume a zona que é o crime organizado no Espírito Santo O ataque ocorreu entre dois bairros em disputa na Zona Sul entre Comando Vermelho (CV) domina que o Ulysses Gu

Negada liberdade para a Geral Feminina de Ribeirão Preto

Luana que foi presa em Ribeirão Preto  em São Paulo pela Operação Kleptos requereu no Superior Tribunal de Justiça o direito de prisão domiciliar alegando ter um filho menor de 12 anos, que o crime a que é acusada não é violento, e que ela tem residência fixa e emprego. O TSJ negou alegando que a criança já tinha completado 12 anos e para ter o benefício tinha que ser 12 anos incompletos, e além disso afirmou que ela pode não ter praticado um crime violento, mas que é suspeita de tráfico de drogas e pertencer a uma organização do crime organizado armado, o Primeiro Comando da Capital com a função de Geral das Femininas. Segundo a denúncia, além de suas atribuições na estrutura da facção, Luana e outros cinco integrantes da facção, seriam os responsáveis pela distribuição das drogas nas biqueiras da cidade.

Garantida a liberdade que levou Gegê do Mangue e Paca para a morte

Tribunal de Justiça do Ceará nega recurso da Promotoria de Justiça que queria mandar de volta para trás das muralhas o piloto da facção PCC que levou para a emboscada na reserva indígena no município de Aquiraz no Ceará onde foram mortos os líderes da organização criminosa Gegê do Mangue e Paca . Os Promotores de Justiça não se conformaram: A decisão estimula a prática reiteradamente utilizada pelo Primeiro Comando da Capital , que há décadas utiliza greves de fome com o propósito de forçar o Estado a atender aos seus interesses. Já a 2ª Turma do STJ-CE afirmou que se o Relator do HC decidiu decidiu e pronto, fica decidido, desde que o piloto continue a  "assinar a carteirinha" . — Diário do Nordeste

40 morreram no Piauí até a Polícia Federal sair as ruas

Após 40 mortos na guerra entre as facções Primeiro Comando da Capital e Comando Vermelho no Piauí a polícia foi para as ruas, e após cumprir mandados na cidade do Parnaíba apreenderam uma certa quantidade de drogas, celulares e uma arma. Os (40) homicídios deram informações para iniciar as diligências e com base nisso verificar a existência dessa guerra entre eles. Na realidade, a tentativa de tomada por força é um combate de quem domina a venda de drogas e quem consegue se estabelecer por aqui. — Delegado Federal Pedro Roberto Meireles Lopes   A Operação Dionísio II tenta entender como está funcionando o "Projeto Piauí" de uma das organizações criminosas que pretende conquistar o domínio da região litorânea do estado e implantar então a pacificação. — Cidade Verde

Pamella nega ter participado da decapitação em nome do PCC

Pamella admitiu no Tribunal do Júri que era conhecida no Primeiro Comando da Capital como Emanoma, e que esse apelido significaria em tupi-guarani: “já morreu, meu amigo” . Ela afirma que não participou da morte e decapitação de Coroa na Cachoeira do Ceuzinho em Campo Grande em Mato Grosso do Sul , que apenas foi chamada pela amiga Célia Ricarda para ajudar um garoto que estava tendo problemas com drogas e que precisaria ser internado mas não estava conseguindo vaga: “Antes fui conhecer o projeto, me certifiquei dos cômodos. Me responsabilizei pelo menor (...) se me pedissem mais uma vez, eu faria de novo” — e que só aceitou ajudar por já ter perdido o pai de um dos três filhos para a droga. Ela então passou pelo Bairro Moreninhas e o garoto, filho do Coroa, estava aguardando em esquina e ela o levou para a clinica. Já a acusação apresentou um áudio que ela nega ser ela, na qual uma mulher avisa para a pessoa que está cortando a cabeça do Coroa que "tem que puxar o pescoço

O Primeiro Comando da Capital e os Mecanismos do Crime Organizado

1. Para entender o crime primeiro temos que abrir os olhos       Primeiramente é preciso entender que para mergulhar nas profundidades do submundo você precisará abrir seus olhos com outros filtros, resumindo, a primeira regra é que o processo de maquiagem envolve toda uma engrenagem. Por essa razão filtrar de forma verdadeira o monopólio do crime organizado é uma missão difícil, pois onde há dinheiro, tem pessoa de todo jeito.  A seletividade estatal foi criada para prender aqueles que são mais fracos ao submundo do crime, que acaba sendo um meio de conseguir consumir. Pessoas poderosas lucram com isso, com o proibicionismo, aliás de cada 01 tonelada apreendida passa 05. O crime organizado é um meio de controle estatal onde os figurões (colarinho branco) ditam as regras.       Portanto, para começar a deixar de ser cego, é preciso entender que a mídia e os veículos de comunicação são meios de alienação em massa, o policial que morre nas ruas, o bandido que morre nas ruas, são um produ